Em nota, dança indígena Tapuios do Mearim diz ser difícil o momento, e faz convite para celebrar os 15 anos do grupo em 2021

Começamos esse texto com o sentimento de saudade, viver esta data e não celebra-la, é algo muito difícil, mas a certeza de que tudo dará certo é maior.

Hoje seria um dia de agonias, correrias, incertezas e certezas, dia que mostraríamos todo nosso trabalho, esforço, dedicação e a beleza da cultura indígena para o nosso público.

Somos um grupo folclórico conhecido por toda sua trajetória, fazer cultura não é algo fácil, mas o AMOR nascido no coração de cada um desde o início de tudo é o que sempre nos manteve e nos mantém de pé, afinal os dias difíceis, se transforma em um mundo lindo, que encanta, que alucina, que faz viajar dentro desse espetáculo, onde roupas, coreografias, amor e garra se transformam em um universo único.

Publicidade 

Ler anterior

Brasil assina acordo para produzir vacina de Oxford contra coronavírus

Leia o próximo

Novo vírus da gripe com ‘potencial pandêmico’ é encontrado na China

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *