Veja quais agências do Banco do Brasil serão fechadas no Maranhão

FOTO: Honório Moreira

O Banco do Brasil anunciou no último dia 11 que 361 unidades serão fechadas em todo o país. A medida faz parte de um plano de reestruturação que englobam ações, tais como: a transformação de agências em postos de atendimento e um plano de aposentadoria incentivada. Segundo o BB, a unidades serão desativadas até junho. 

Nesse processo, 243 agências bancárias serão transformadas em postos de atendimento e outros oito postos serão transformados em agências. Além disso, 145 unidades de negócios em Lojas BB, sem a oferta de guichês de caixa, com maior vocação para assessoria e relacionamento

“A reorganização da rede de atendimento objetiva a sua adequação ao novo perfil e comportamento dos clientes e compreende, além das medidas de otimização de estrutura, outros movimentos de revisão e redimensionamento nas diretorias, áreas de apoio e rede, privilegiando a especialização do atendimento e a ampliação da oferta de soluções digitais”, segundo comunicado do BB.

Publicidade

Entre as medidas também estão duas modalidades de desligamento incentivado voluntário aos funcionários. Os programas possuem regulamentos específicos que estabelecem as regras para adesão. A expectativa estimativa é que cerca de 5 mil funcionários venham a aderir aos dois programas de desligamento. O número final de adesões, assim como o respectivo impacto financeiro, serão informados ao mercado após o encerramento dos períodos de adesão que ocorrerá até 5 de fevereiro.

 Maranhão

No Maranhão, cinco agências serão fechadas, sendo duas em São Luís (Cohatrac e Reviver), Bacabal (Agência Texeira Mendes), Imperatriz (Praça da Cultura) e Caxias (Volta Rendonda). Além dessas agências, dois postos de atendimentos também estão sob ameaça de fechamento nas cidades Governador Archer e Santa Quitéria.

Eloy Natan, presidente dos sindicatos dos bancários, falou sobre o processo de reestruturação do Banco do Brasil neste ano de 2021. ” Diferente de reestruturações anteriores, o banco faltou com a transparência e dessa vez não divulgou uma lista geral de agências que serão fechadas em todo país. Nós ficamos sabendo quais as unidades que serão fechadas, através do próprios bancários que, ao consultar ao consultar o sistema interno do banco verificaram que a agência em que trabalham seriam fechadas”, relatou.

O presidente do sindicato ainda destacou sobre os impactos da reestruturação na economia das localidades que serão afetadas. “Ainda que haja agências de outros bancos nessas localidades, essas agências são limitadas porque não possuem todos os tipos de serviços bancários, em especial, o guichê de caixa”, disse Eloy.

Sobrecarga 

Outro ponto alarmante sobre o processo de reestruturação do banco é a sobrecarga de demandas a outras agências que incorporarão, de forma automática, os clientes das agências que foram afetadas durante o procedimento. De acordo com Eloy Natan, agências como Deodoro e Palácio do Leões em São Luís poderão ser sobrecarregadas pois receberão um fluxo maior de clientes e contingente de funcionários não corresponderá à demanda.

A projeção é que, pelo menos, 130 funcionários do Banco do Brasil no Maranhão sejam afetados de forma direta ou indireta pelo processo de reestruturação da instituição.

Atos públicos do SEEB/MA

Quinta-feira (21) – Em Bacabal, em frente a agência Texeira Mendes.

Sábado (23) – Reunião pública na Praça das árvores no bairro Cohatrac

 

Por: Natasha Olenka

Ler anterior

Nesta quarta-feira recebemos no Programa Vitamina o Secretário de Saúde de Vitória do Mearim Técio Maciel. Falando sobre o Plano de Vacinação contra a COVID-19. Ouça o Podcast da entrevista

Leia o próximo

Vereadora Baitó requer criação de uma Comissão Especial para apurar o não pagamento do salário dos funcionários públicos de Vitória do Mearim no mês de Dezembro de 2020

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *